Archive for abril, 2013


Éramos nós!

Acaba que precisei de um espaço para aqueles textos aleatórios, que não sei explicar exatamente o motivo, mas não cabem aqui. Fiz então um blog que divido orgulhosamente com a senhorita Heloísa

Mas esse blog ainda não morrerá. Entendo o estado quase vegetativo que se encontra, mas não morre.

Então, nos dias de chuva, textos nossos poderão ser encontrados aqui.

Agradeço aos leitores silênciosos, aos leitores comentadores, e pra quem, vira e mexe, abre os emails e vê que tem coisa nova e gosta do que vê! Seus lindo

Eu volto!

De outros.

“Eu sou feito de sonhos interrompidos, detalhes despercebidos, amores mal resolvidos. Sou feito de choros sem ter razão, pessoas no coração, atos por impulsão. Sinto falta de lugares que não conheci, experiências que não vivi. Eu sou amor e carinho constante, distraída até o bastante, não paro por instante. Já tive noites mal dormidas, perdi pessoas muito queridas, cumpri coisas não-prometidas. Muitas vezes eu desisti sem mesmo tentar, pensei em fugir para não enfrentar, sorri para não chorar. Eu sinto pelas amizades que não cultivei, aqueles que eu julguei, coisas que eu falei. Tenho saudade de pessoas que fui conhecendo, lembranças que fui esquecendo, amigos que acabei perdendo, mas continuo vivendo e aprendendo…”

 

(Martha Medeiros)

 

Imagem