Tag Archive: bons tempos


Ciclos

Porque tudo nessa vida bandida é compreendido em ciclos: A infância é um ciclo, a escola é um ciclo, o trabalho, a faculdade, a família antes de você sair da casa dos seus pais, aquele curso de informática, a Lua e tudo mais. Ciclos.

Estar no meio de um ciclo envolve uma estabilidade: enquanto está exercendo seu papel, não precisa pensar no próximo ciclo a se envolver.

Estar fora de um ciclo significa necessariamente estar “solto” e alheio. Instável como um átomo de qualquer coisa que não é um “gás nobre” e não está em nenhuma ligação atômica.

Não, eu definitivamente não sou um gás nobre, não estou numa ligação covalente, iônica ou dativa.

Perdida no nevoeiro da minha própria nuvem eletrônica.

Aposto que esse blog era mais interessante quando eu falava das aventuras do cursinho, rs. Coisas pertencentes há um ciclo anterior…

P.S.: Alguém pode me explicar porque caralhos é tão difícil ter ânimo para estudar em casa depois do trabalho?

Seus lindos, hoje é aquele dia em que você, ser em relação (quase sempre desarmônica) de parasitose, na casa de seus digníssimos pais (ou em situação de parasitose em outra casa, vivendo com a mesada de seus ainda digníssimos pais) pensa:

– Por que eu não sou mais criança? Era tão legaaaal…

Sua consciência: –  Tá querendo presente, né? Vai, liberte sua criança interior, passe o lustra-móvel na face and go go go pedir pra sua mãe aquele jogo do banco imobiliário que faria sua infância mais feliz!

*momento I’m a little bit Peter Pan* hahaha

Até ganhei dinheiro pra comprar meu presente de dia das crianças, aí me peguei na Americanas com “Anjos e Demônios” do Dan Brown pensando seriamente em perguntar se eles embrulham pra presente… (que é? eu gosto de rasgar papel de embrulho!) rs.

Não levei o livro. Tô pensando ainda no que me darei de presente, e do jeito que a grana anda currrta aqui em casa, acho que vou guardar, hahaha! (vacas magras, oi?)

Last year, in the twitter, várias pessoas colocaram em seus avatares fotos da infância na época do Dia das Crianças e eu achei divertido ver toda a galerë na aurora de suas infâncias! Sendo assim:

 

Eu, minutos antes de deixar meu irmãozinho sem ar 😀

 

Se não me engano, contava meras 5 primaveras nessa foto, e meu irmão umas duas. Eu usava franja reta. E marias-chiquinhas.

Marmanjos do meu Brasil (e de outros países, vá saber!), esse é um post curto com o único intuito de desejar a todos um feliz dia das crianças; e que não amadureça – além do que se faz necessário – a criança sorridente que há em nós!

PS: Post’s sobre tensões pré-vestibular, desespero e outubrite ficam… pra uma outra hora. Pára gente, vamos comer doces! [/gorda

 

Milhõõõõees de balinhas *_______* uma mar, um oceano de balinhas, omg! Eu sou a balinha preta, ali em cima, viu? rs

 

Você nem vai sentir!

Você nem vai sentir!

Foi uma das mais recorrentes sensações do cursinho! Começo a chegar horas mais cedo, acordar mais cedo (7:30h, discorde e de Ctrl w), e realmente ESTUDAR. Sério cara. Para explicar minha terrível dificuldade com cadeiras, apostilas teóricas e exercícios, eis que faço um flashback. (Oh God, quanta originalidade, QUANTA ORIGINALIDADE! É, eu sei.).

Continue lendo