Tag Archive: Enem


Negativas

Não há fome, não há cansaço, não há dor.

Os dias são curtos e as noites são longas. Estas, em claro, quase sempre.

A tensão é palpável. A competitividade, óbvia.

O comer vira abastecer e o dormir, recarregar.

Tudo bem insalubre: Seja por fora, seja por dentro.

Os risos se tornam doentios e os silêncios, perturbadores.

Uma menção, uma cobrança da mais sutil pode ser “A Borboleta do Caos”

Nos ponteiros dos relógios, apenas movimentos circulares. As horas apenas passam.

There’s no hope.

 

 

 

Um adendo:

Se você é positivista, meus parabéns. Existem outras 54 publicações nas quais você pode exprimir sua visão otimista e de bem com a vida, mas nessa não. Ora, também não quero que você seja pessimista como essa publicação ou que tenha mais pensamentos assim. Por que eu escrevi? Para tirar de mim. Vai passar.

 

 

Outro adendo:

Resta alguma dúvida de que estou falando da proximidade do ENEM  vestibular?

 

“More than this

Whatever it is

Baby, I hate days like this” [2]

Talvez chova.

Domingo primaveril, chove timidamente em Marília. Agora são quase duas da tarde.

Fez calor e depois fez frio. E ainda duvidam que a temperatura influi no temperamento humano. Acordei e fiz cooper com meu pai enquanto estava Sol. Agora que chove não quero nem mesmo me levantar para colocar um casaco e me proteger do vento que entra por baixo da porta.

Talvez eu não goste tanto assim da chuva.

Talvez eu não goste tanto assim do dia de hoje, que comemora (ou lamenta) um sábado igualmente chuvoso e igualmente confuso há 365 dias atrás.

Talvez eu não saiba do que goste e eu não seja decidida, apenas teimosa. E talvez eu tenha um orgulho bem “incabível”.

Talvez sim, talvez não. Talvez talvez.

Só sei que nadar sei, rs.

E o Enem taí, a Unesp taí, a Famema (aquela maledeta que fará prova no meio de novembro) taí. E eu tenho 3872389113 mols de exercícios e muito tempo disponível ~agora~ para fazê-los. Mas sei lá…

“More than this

Whatever it is

Baby, I hate days like this”

(Não, eu não li esse livro. Ainda)

O mundo não acabou. Passamos mais um dia do vestibulando (24 de maio, que é também aniversário da minha mãe) e hoje é dia do nerd.

Que virou uma grande modinha ¬¬”

Mas whatever, esse não é um post pseudo-cult dizendo o quão ruim é esse monte de gente se denominando nerd, nem pra falar do boato do twitter do Restart ter acabado.

É mais um post pra dizer: I still alive. E sem querer atualizar o blog simplesmente porque as coisas andam bem inconstantes (ainda que elas sempre foram inconstantes e isso nunca me impediu de atualizar).

Na boa, eu espero que meu professor de redação não leia isso, ficaria decepcionado, rs.

Mas se querem notícias, estou na lista de espera de um concurso público e esperando notícias de outro (que tive uma pontuação legal e só não falo em números porque dá azar shaushuashaus) e isso não quer dizer que eu desisti de medicina (como me foi sugerido). Quer dizer que eu posso ter um emprego sussa e fazer um cursinho lindo noturno.

Tá, vou falar: estou com abstinência de cursinho. Sério cara. This is so…

E metade da culpa por eu ficar tanto tempo sem alimentar meu amado blog foi por estar sem internet. Mas agora estou com essa net linda aqui *-*

Mantendo a inconstância entre os assuntos, o Enem abriu inscrições essa semana e se vocês quiserem saber o quanto eu ODEIO E EXCOMUNGO o Enem, o Haddad e afins, podem fuçar no arquivo do blog, coisa que eu faria se não estivesse com tanto desânimo.

Não vai, vou deixar o link. Esse é de 2010 e esse é o de 2009 e eu prestei em 2008 como treineiro no 2º ano, mas ainda não tinha o blog. Caralho, tô ficando velha 😦

Aliás, tenho péssimos flash’s do ENEM 2008. Coisas como astigmatismo, prova cor-de-rosa, fome, Texas tocando sertanejo universitário ao lado da Unimar, eu me perdendo na Unimar, eu perdendo meu pai no Texas, fome, raiva, “porra não vai dar tempo”, “essa prova não acaba mais?”, “i can’t see anything”, “mimimi”…

Ah, meus tempos de noob vestibulanda *-* Achei a prova extensa porque ainda não tinha prestado Unesp. Ou Famema. Ou USP. Enfim… E eu ainda me perco na Unimar :/ E ainda odeio o Texas.

Voltarei a escrever quando estiver mais criativa e menos epifânica.

Abraço aos imortais

Singularidades

E este é o post que eu adiei, procrastinei, mas me vejo inclinada a escrever. Já tenho 19 anos (fiz feixtinha no cursinho, foi tão legaaal *.*), já prestei o ENEM (Haddad sem mãe), a UNESP (desconsolo) e a UNICAMP (loucura, loucura). Já surtei, esperneei, disse que isso não era pra mim e pensei em como eu seria uma ótima garçonete (ou não, minha coordenação motora é um desastre).

~~~~~~PAUSE~~~~~~~

Aí você, seu lindo, se pergunta: “puts, mas ela não vai ser médica? Bisturi… suturas… ela não tinha que PELO MENOS TER UMA COORDENAÇÃO MOTORA DECENTE?”. Isso eu resolvo depois… (posso começar a fazer tricô, que nem a Izzy do Greys Anatomy).

~~~~~~PLAY~~~~~~


Bom, já que falei que fiz as provas, deixa eu contar minhas críticas não-construtivas sobre elas, né?

(continue lendo essa porcaria)

Continue lendo

Outubro

“Outubro, por favor, faça tudo dar certo. Ou só menos errado. Só por um mês, faça tudo dar certo, depois veremos o que vamos fazer em novembro…”   Caio Fernando Abreu

Obviamente, estou tensa. Inflamações vestibulísticas a parte (outubrite, maionite, setembrite) tenho conseguido estudar alucinadamente. Minhas coisas estão uma bagunça e faz tempo que não sei o que é ficar sem ter o que fazer, mas estou bem.

Querem ver meu calendário? Só fiz até dezembro, mas serve:

Proíbo críticas quanto ao uso do Paint, ok?

Vcs viram algum final de semana livre ali em novembro?

Não? Puxa olha de novo.

Nada?

É, eu tb não ._.

Incrível eu escrever um post sobre outubro nas últimas semanas, né? Mas minha criatividade [?] anda meio baixa, e sinceramente, não sei como vcs aguentam me ler 😦  Juro que até eu me enjoô com essa chatisse toda, rs.

Cara, eu estudei. Estudei como nem sabia que podia estudar, e quero ver frutos. Se não for uma aprovação, ao menos resultados melhores que os do ano passado… Mas eu quero mesmo é a aprovação, hahaha

E manja aquela sensação de ‘cavalo de corrida’? Todo mundo apostando em vc, torcendo por vc, e dá um medo danado de não atender as expectativas… E eu só quero mesmo que tudo dê certo em outubro, que as coisas andem direitinho e em novembro eu vejo o que faço.

Muitos dos meus amigos já desistiram de tentar me recuperar da ilha do vestibular, aquela que eu citei há alguns pos’ts. Acredite, eu acho melhor assim. Mas até tenho saído algumas vezes, então não enlouqueci ainda não 🙂

Meu aniversário tá chegando e isso não é uma cobrança por presentes e algo me preocupa: vou fazer 19 anos. Ano que vem, meus colegas de Ensino Médio (fora aqueles que estão casando e tendo filhos, SHAUSHUAHSUAHSUAHUSAHUSA ou aqueles que não resolveram nada da vida) vão para o segundo ano de faculdade… Na verdade eu nem ligo, cada curso bocó na Unimar que esse povo tá fazendo, eu hein? rs

Bom, observando o calendário, notasse que a primeira prova é

O ENEM

Quem lembra no ano passado quando eu xinguei loucamente o Enem 2009?  So… I need tell a secret!

Nunca dei a mínima bola pro ENEM. No Segundo ano, quando prestei e vi que a prova era… babaca, criei uma imagem meio pejorativa do ENEM. Aí TODAS AS UNIVERSIDADES RESOLVERAM QUE O ENEM RULEIA. Eu que fiz a prova ‘nas coxas’ me ferrei (y). E esse ano, com a paulista usando como PRIMEIRA FASE e a Ufscar usando como fase única, o cinto aperta, né?

On the other hand…

Se a prova desse ano for a mesma BALBÚRDIA do ano passado, eu não vou resistir e vou fazer mais um post exclusivo de críticas não-construtivas hehehe

Aí depois do ENEM a coisa desbunda de uma vez, com todas as provas acontecendo na sequencia e lá, na primeira semana de dezembro está o amor da minha vida:  a FAMEMA!

Eu só queria um lugar confortável dentro daquela faculdade linda na qual fiz cursinho esse ano. Podia levar uma surra em todas as outras provas. Podia até ser aprovada pras segundas fases em janeiro QUE NEM IRIA PRESTAR! Mas eu queria ir pra lá…

É com esse clima de tensão, expectativas, desespero e chocolates com café que tenho vivido. No que isso dará?

Cenas dos próximos capítulos 😀

Eu quero mesmo é dizer, caro leitor, que estou feliz por compartilhar contigo essa coisa bagunçada que é meu humor. E que comentar no blog alheio não arranca pedaço, viu? hsuahsuahusahshauhsa E pedir desculpas pelos grandes tempos de ausência…  creio que tu desconfies o motivo!

So, that’s it!

Abraço aos imortais!

Olá leitor! Como tem ido? Bem? Está confortável? Então começo!

Incrível como não cumpro as promessas de férias!  Não tenho feito cooper, nem qualquer outro exercício físico, o que me rendeu uns quilos a mais 😦

E puta merda, que calor, hein? O capeta esqueceu a porta do inferno aberta, né? -N

Tá, comentários inúteis a parte, cá estou pra comentar algo que,  sendo digno do primeiro lugar no Top FAIL , não podia deixar de me extressar eternamente:

O ENEM!

De fato, eu te odeio Haddad, mas por alguns dias pensei na hipótese de você ter feito algo de útil: o SiSU

O Sistema de Seleção Unificada,  uma forma simples de selecionar, torturar até a loucura, além de amedrontar os vestibulandos pela seu desempenho no Enem e  te enviar para o curso de zootecnia na federal do Acre uma  Universidade Federal, tendo muitas, muitas cotas para algumas classes desfavorizadas da sociedade.

Num ápice de desespero, cheguei a me inscrever pra Química no IFTM, que disponibilizava 15 vagas pro noturno.

Minha colocação?

20º

FAIL!

😦

Ok, confesso que jamais iria pra Minas pra cursar QUÍMICA, mas custava ter passado? Bom.

 

Continue lendo

Top Fail 2009

Olá, pessoas. Esse é meu primeiro post inédito no wordpress, desde que mudei de provedor. Fiquei muito tempo sem postar, talvez escreva mais durante as férias. Mas vamos ao que interessa (interessa?).

O ano de 2009 está acabando e apesar de provavelmente este não ser o último post do ano, não poderia deixar de fazer uma ‘retrospectiva’, ou melhor, um Top Fail. Foquei nos acontecimentos que mais foderam minha vida me incomodaram durante o ano, mas aceito sugestões :D. Adelante:

3ºGripe Suína

Graças aos amiguinhos suínos, o mundo parou por alguns meses, tive férias forçadas que zoaram meu cursinho (tá, e o de todo mundo), minhas cutículas se acabaram de álcool em gel e até hoje as pessoas não se cumprimentam como antes. Sem tirar que putz, até eu que quero Medicina acho aquela máscara de cirurgião cafona pra usar na rua.

Francamente vocês conseguem notar como a mídia só dá ênfase em algum problema de saúde pública quando a prevenção não é mais uma forma de solução? Foi assim com a Dengue, fizeram o mesmo com a Gripe Suína e farão assim com quantas mais epidemias aparecerem…

2º São Paulo nem Faz Escola

E em todos os anos em que encarei o tenebroso ensino público, acho que esse ano foi, em especial, patético. Vamos por partes:

O governo IMPÔS uns caderninhos bimestrais como modelo de aula para todas as escolas públicas daqui de São Paulo. Só que os ditos cujos, chegavam meses atrasados em todas as edições (lembrando que um bimestre em anos humanos tem 2 meses, como um material bimestral atrasa MESES? Si pá ele era impresso com a periodicidade dos anos de cachorro). Além do pequeno inconveniente do atraso, o material era uma porcaria. Tinha erros gramaticais (e não me venha culpar a nova ortografia), erros de conteúdo e até mesmo erros de cartografia! Até o que tava certo tava errado pelo material ser tão mal feito. Mas se o problema estivesse apenas no fato do material ser ruim tava tudo certo, afinal os professores realmente dedicados poderiam seguir sem ele e dar uma aula decente. Isso se a Secretaria da Educação não cobrasse as tarefas dos malditos caderninhos, que ocupavam o precioso tempo das aulas com baboseiras.

1º Lugar –  ENEM

Como começar a falar da prova mais mal feita a nível nacional? Primeiro dão uma baita moral pro Enem: as principais universidades PÚBLICAS (que nunca deram bola pra essa bagaça, sobretudo as federais) se responsabilizaram em aderir o Enem como grande parte da nota. Até as mais cobiçadas, como a Ufscar, fizeram do processo seletivo uma obrigatoriedade.

Oba, vamos fazer o Enem e se inscrever naquela federal do fim do mundo que sua família falou que nunca deixaria você cursar. Depois de responder o questionário mais interminável e estúpido, além de desnecessário da sua vida, você passa todas as mol de questões no gabarito. Empolgado, pesquisa todas as federais que vão utilizar o Enem (e descobre que o Acre existe).

– Vamos fazer o Enem?

– Não.

– Por que?

– Roubaram o Enem.

– Roubaram?! O.O

– Roubaram.

Não sei ao exato se esse foi o pior. Depois do vexame, liberaram a prova que foi roubada. Não vou ser arrogante o suficiente pra dizer que a prova tava ridícula, mas o fato é que após ter visto a prova, as universidades mais cobiçadas de São Paulo (do Brasil, oi?) deram banana pro Enem. Foram as poderosas: Usp (Universidade de São Paulo) e Unichamps Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).  A única das paulistas que se manteve após o barraco foi a prima pobre Unesp, o que não amenizou muito.

Ainda sim houve Enem. Umas prova exaustiva, cheia de ‘pegadinhas e típicos desafios matemáticos’ e textos quilométricos. Como disse um grande amigo meu: o tema de redação foi no MÍNIMO irônico. Qual foi o tema? Algo que associava corrupção e ética. Engraçadinhos.

Em qualquer vestibular do mundo alguns inscritos faltam. O Enem 2009 obteve nada menos do que 37,7% de abstenções. Meu, isso dá uns 2/5 dos inscritos, né? Bem feito pro MEC.

*************************************************************************

Esses foram os primeiros colocados, mas como a lista é extensa, resolvi dar um Prêmio de consolação

Troféu Abacaxi : SARESP

A prova é, por si só, ridícula. Não cobra todas as disciplinas, é fraca e alienada. Se a escola consegue uma boa pontuação, rola um bônus para os funcionários, como um biscoitinho de cachorro pra um animalzinho obediente. Se não consegue, os professores são os culpados. Os professores culpam os alunos. Os alunos acreditam que não tem mesmo futuro, e param de estudar para sustentar um mercado de trabalho escravagista. As coisas são assim. Se ninguém agir, nunca vai mudar.

Mas voltemos as provas. Que atrasaram. Simplesmente chegaram UMA SEMANA depois do combinado. Ah, pra mim chega, né? Seriam 3 dias de prova, teria vestibular do domingo. Quer saber? Eu não vou fazer saresp nem F-U-D-E-N-D-O!

Ao saber disso, meu colegas de sala queriam saber meus motivos. Desabafei, falei que todos nós eramos vítimas de um sistema de ensino falido, recauchutado, que formava profissionais pro trabalho escravo e…

-Você não vai fazer o Saresp, Carol?

-Não

-O que pode acontecer com quem não fizer?

-Nada

-Mas a diretora disse que é obrigatório.

-Ela mentiu.

Pronto, nunca foi tão fácil fazer um boicote na minha escola. Já comentei sobre isso no outro post, mas queria deixar melhor expressa minha revolta.

E sobre isso o meu atual desejo para 2010 é: Mate-o, esquarteje-o e queime os pedaços: Fernando Haddad, e finalmente a menina que não gosta de política descobriu o culpado de seus principais problemas.

Evaporizem-o, por falvor

Bjos