Tag Archive: inutilidades úteis


Seus lindos, hoje é aquele dia em que você, ser em relação (quase sempre desarmônica) de parasitose, na casa de seus digníssimos pais (ou em situação de parasitose em outra casa, vivendo com a mesada de seus ainda digníssimos pais) pensa:

– Por que eu não sou mais criança? Era tão legaaaal…

Sua consciência: –  Tá querendo presente, né? Vai, liberte sua criança interior, passe o lustra-móvel na face and go go go pedir pra sua mãe aquele jogo do banco imobiliário que faria sua infância mais feliz!

*momento I’m a little bit Peter Pan* hahaha

Até ganhei dinheiro pra comprar meu presente de dia das crianças, aí me peguei na Americanas com “Anjos e Demônios” do Dan Brown pensando seriamente em perguntar se eles embrulham pra presente… (que é? eu gosto de rasgar papel de embrulho!) rs.

Não levei o livro. Tô pensando ainda no que me darei de presente, e do jeito que a grana anda currrta aqui em casa, acho que vou guardar, hahaha! (vacas magras, oi?)

Last year, in the twitter, várias pessoas colocaram em seus avatares fotos da infância na época do Dia das Crianças e eu achei divertido ver toda a galerë na aurora de suas infâncias! Sendo assim:

 

Eu, minutos antes de deixar meu irmãozinho sem ar 😀

 

Se não me engano, contava meras 5 primaveras nessa foto, e meu irmão umas duas. Eu usava franja reta. E marias-chiquinhas.

Marmanjos do meu Brasil (e de outros países, vá saber!), esse é um post curto com o único intuito de desejar a todos um feliz dia das crianças; e que não amadureça – além do que se faz necessário – a criança sorridente que há em nós!

PS: Post’s sobre tensões pré-vestibular, desespero e outubrite ficam… pra uma outra hora. Pára gente, vamos comer doces! [/gorda

 

Milhõõõõees de balinhas *_______* uma mar, um oceano de balinhas, omg! Eu sou a balinha preta, ali em cima, viu? rs

 

Faaala, consciência!

Olá, querido leitor. Cá venho pra lhe informar alguns trechos, coisas e frases que me perseguem. Escrevo e satisfaço a consciência, que se torna a cada dia, uma senhora mais complacente. Autorizo a platéia a encará-los como preferirem e peço que se quiserem, pra me falar alguns trechos e frases que lhes atormentam a cabeça :D.

” -Mas, sem acreditar em mais de uma vida, como evitar o desespero? – protestou Igraine – Que deus justo criaria homens desgraçados, ao lado de outros felizes e prosperos, se todos tivessem apenas uma vida?

-Não sei – respondeu Merlim. – Talvez queiram que os homens se desesperem com a dureza do destino, para que procurem de joelhos o Cristo, que os levará ao Céu. Não sei no que acreditam os seguidores de Cristo, e o que esperam.”

(diálogo entre Igraine e Merlim – As Brumas de Avalon – Livro I)

” – […] O que obviamente não presta sempre me interessou muito. Gosto de um jeito carinhoso do inacabado, do malfeito, daquilo que desajeitadamente tenta um pequeno voo e cai sem graça no chão.”

Clarice Lispector  (diva, né? ♥)

“Só eu posso pensar/ Se Deus existe/ Só eu/ Só eu posso chorar/ Quando estou triste/ Só eu

Marisa Monte, trecho da música “Cérebro eletrônico” (yeah, é a daquela novela estranha,  mas na novela não é a Marisa que canta)

” Se você acha que tem pouca sorte, se lhe preocupa a doença ou a morte. Se você sente receio do inferno, do fogo eterno de Deus, do mal…”

Trecho da música “Eu sou egoísta”, do Raul Seixas uhuul, toca Raul  belamente interpretada pela Pitty emo é a mãe, carai neste vídeo.

Uma observação: Eu fui criada ouvindo Raul Seixas, Secos e Molhados, Gilberto Gil e outras coisas (incluindo Irom Maidem e Kiss daddy querido) e achei a interpretação da Pitty melhor que a original 🙂 Gente, ouve as duas, é lindo *-*

Creio eu que estou entrando em uma crise religiosa. Faz algum tempo (quase dois anos) que me digo agnóstica, e com isso satisfaço minha comodidade de discordar de todas as religiões e minha consciência em não me ver como atéia. Fui criada como católica, batizada e bla bla bla,  não fiz 1ª comunhão por acaso e meus irmãos estão fazendo. As vezes vejo a expressão de decepção do meu pai, como se pra ele, eu interpretasse as coisas de forma errada. E tal vez seja, visto que não acredito na verdade absoluta. No que acredito? Não sei. Apenas duvído, de tudo que me dão espaço para duvidar, e por acaso duvido que o Ser Humano seja a melhor coisa existente (um dos motivos de não me considerar atéia).

E ler As Brumas de Avalon me dá vontade de ser druida, hahaha!

Ah, amanhã/hoje é a prova pro CAUM (Cursinho Alternativo da Unesp de Marília) e marquei entrevista pro DACA (o alternativo da Famema). Não tenho estudado, só lido e twitado all the life. 😀

Eeeeeeeee, estou very agradecida pelo horário de verão estar acabando, odeio Sol às sete da noite, okay?

Se, por um acaso imprevisto, eu achar mais trechos dignos pra esse post, aqui colocarei enquanto for cômodo não fazer outro 🙂

Bjos e comentem colocando seus melhores trechos/frases/letras de música/sambinhas enfim, o que quiserem e se quiserem ♥

E como explicar o porquê do nome do blog ser “A menina dos livros“? Bom, não sei a idade que se costuma começar a ler livros, mas eu comecei aos 9 anos e desde então sou apaixonada pela leitura do que quer que caia nas minhas mãos.

Logo, sempre que estou entediada, chateada, sem alguém pra conversar, ou quando quero mesmo, leio horas e horas. Uma vez, numa festa, tirei meu costumeiro livro da bolsa (era um da série do Sherlock Holmes) e li um tempão, depois um amigo foi me apresentar para outro que falou: Ah, essa é a menina dos livros? Tcharam! Surgiu o nome do blog.

Ando meio sem tempo, lendo menos, e nem sei como vou fazer pra atualizar o blog, mas sempre que eu posto! Um livro que tenho levado pra todo lado (além das apostilas do cursinho) é o “As cem melhores crônicas brasileiras” , que é uma seleção de ótimas crônicas feita por Joaquim Ferreira dos Santos, indico à quem quiser ler !xP

Inté…

Pra começo de prosa

Estou chegando com as tralhas de mudança do antigo blog (que tinha o mesmo nome e intuito desse) no wordpress. Gostava do meu servidor antigo, (a bendita da nevinha do wordpress me fez mudar) mas gosto de inovar, conhecer novidades  😀

Pra não perder post’s, vou transferir os antigos pra cá e deixar marcado a data em que eles foram escritos embaixo.

E esse é apenas um mini-mini-post, explicativo e talvez desnecessários, já que se explicar demais muitas vezes é desnecessário.

Mudanças… sempre são parte dos problemas de uma solução.