Tag Archive: Toca Raul


Passando a limpo…

Algumas observações iniciais: Escrevi esse post uma semana atrás, não ia postá-lo por estar atrasado, mas eu gostei dele então vou postar atrasado mesmo 😛
Olá pessoas! Já faz um tempinho que não fico por essas bandas, espero que isso me seja recompensado no final do ano. Esse post teve que ser anotado num caderno antes, porque meu computador fez o obséquio de pifar (formatei à pouco, perdi quase todos meus arquivos :-() Acontece.. mas não foi pra isso que comecei a escrever!
Queria falar da vida, do mundo e coisa e tal, mas não que que você, caro leitor, me processe por entediá-lo. Falemos então do meu último final de semana \o/
-> Obs.: Não, não vou escrever um resumo com macetes pra estudar Física Elétrica hoje, nem amanhã, talvez em outubro… Meu final de semana foi melhor que isso.
Escrever no caderno é tenso, minha letra é horrível (eu quero Medicina mesmo, whatever, haha). Antes de falar do final de semana, falemos de minha segunda-feira (retrasada):

Segunda-feira, 17 de maio de 2010

São 7:30h da manhã e eu estou no Bloco de Odonto da Unimar esperando uma consulta no oftalmo (viu porque eu não quero fazer Med lá? O exame oftalmológico é NO BLOCO DA ODONTO!). Tá, aí meu pai desiste de esperar e 30 segundos depois dele sair me chamam:
-Carolina Gooomes!
– Eu…
– Me acompanhe, por favor.
*Imagine uma sala com, sei lá, 15 residentes da Unimar e uma professora ao lado de uma big máquina de exame oftalmológico*
A professora, segurando um palito desenhado – Avise quando comear a distorcer enquanto eu aproximo…
– Aí, embaralhou…
– Hm, como vocês podem notar, ela tem um ponto de convergência afastado, devido também à distancia entre os olhos dela na anatomia do rosto…
– ¬¬”

Aí ela fez uma caralhada de exames na big máquina e passou a receita:
-Quantos graus, Dra.?
-Bom, no olho direito são só 0,25º de hipermetropia, mas no esquerdo você tem 0,50º de astigmatismo…
Caramba, e eu sempre preferi a esquerda! Pensei comigo: “Puta viadagem, somando os dois não dá nem um grau inteiro!”. Ok.
Nesta mesma semana me zoaram por eu estar lendo jornal na biblioteca com o nariz enfiado na mesa (né, Sagatiba!) então resolvi acelerar a compra do óculos.

Sexta feira, 21 de maio de 2010

Peguei meu óculos na ótica! Me atrapalhei e ainda me atrapalho horrores pra me acostmar com ele, me surpreendi maravilhada por notar as perninhas de um inseto no vidro do ônibus e volta e meia me esqueço de colocá-los (ou de tirá-los, eram só para leitura).
O pessoal do cursinho combinou de ir ao Habbib’s após a aula e tipo… foi muito legal! Me lembrei de quando eu ia depois do CAUM beber no Kanashiro conversar com minhas amigas, há algum tmepo eu não fazia isso…
Obs.: Não comprem pizza no Habbib’s! É bizarra, juro! Peguem as bib esfihas:práticas, baratas e com quilos de cebola 😀 (ok, eu curto cebola).
Sábado, 22 de maio de 2010
Após chegar meia noite em casa e ficar acordada até a 1:30h, tive aula às 8h da manhã (Matemática Básica, diliça ♥). O despertador (meu celular) não tocou, acordei atrasada e fui tomar meu café da manhã no Café do Feirante (é perto da Famema e o capuccino de lá é ótimo *-*). Ainda cheguei a tempo 😀
Ànoite eu fui pra virada cultural:

Teve várias coisas, algumas bandas, mas o que eu curti mais foi o show do Cachorro Grande (que eu nunca tinha ouvido :O) e o Humor de Salto Alto (stand up, fiquei desconfiada quando vi no cronograma, mas foi muito bom, viu?). Voltei às 6:00h da manhã com o 1º ônibus (glamour, né?), hahaha! Azamiga fizeram uma ótima companhia, tenho que frisar, mas foi bem inédito pra mim.
Domingo, 23 de maio de 2010
O dia foi improdutivo, obviamente, mas à tarde fui pro show do Paralamas que encerrava a virada \o/
O Hebert Viana ainda toca e canta bem pra caralho se querem saber! Entre várias músicas, ele tocou uma do Raul (Sociedade Alternativa) e no meio do show eu vi um cara erguendo o óculos [?]. A Rosi me explicou que ele queria que tocasse a música “Óculos” (e eu, lerda, custei a lembrar qual era). Me animei: com muito custo peguei o óculos de dentro da bolsa e ergui pra pedir a tal música também! O Hebert, por uma fração de segundos, olhou pra mim e deu uma risada, mas não tocou em seguida *sinta minha indignação*, muito esperto, ele tocou na saideira *-* Porra, foi muito lindo!
Bem, se você teve paciência de ler tudo, preciso te agradecer 🙂 Verei se posto com uma frequencia maior aqui, mas meu tempo anda corrido (no final de semana ele voa). No mais, é o que temos para esse post.
Abraço aos imortais!
Oh ooh, porque você não olha pra mim…

Anúncios

Faaala, consciência!

Olá, querido leitor. Cá venho pra lhe informar alguns trechos, coisas e frases que me perseguem. Escrevo e satisfaço a consciência, que se torna a cada dia, uma senhora mais complacente. Autorizo a platéia a encará-los como preferirem e peço que se quiserem, pra me falar alguns trechos e frases que lhes atormentam a cabeça :D.

” -Mas, sem acreditar em mais de uma vida, como evitar o desespero? – protestou Igraine – Que deus justo criaria homens desgraçados, ao lado de outros felizes e prosperos, se todos tivessem apenas uma vida?

-Não sei – respondeu Merlim. – Talvez queiram que os homens se desesperem com a dureza do destino, para que procurem de joelhos o Cristo, que os levará ao Céu. Não sei no que acreditam os seguidores de Cristo, e o que esperam.”

(diálogo entre Igraine e Merlim – As Brumas de Avalon – Livro I)

” – […] O que obviamente não presta sempre me interessou muito. Gosto de um jeito carinhoso do inacabado, do malfeito, daquilo que desajeitadamente tenta um pequeno voo e cai sem graça no chão.”

Clarice Lispector  (diva, né? ♥)

“Só eu posso pensar/ Se Deus existe/ Só eu/ Só eu posso chorar/ Quando estou triste/ Só eu

Marisa Monte, trecho da música “Cérebro eletrônico” (yeah, é a daquela novela estranha,  mas na novela não é a Marisa que canta)

” Se você acha que tem pouca sorte, se lhe preocupa a doença ou a morte. Se você sente receio do inferno, do fogo eterno de Deus, do mal…”

Trecho da música “Eu sou egoísta”, do Raul Seixas uhuul, toca Raul  belamente interpretada pela Pitty emo é a mãe, carai neste vídeo.

Uma observação: Eu fui criada ouvindo Raul Seixas, Secos e Molhados, Gilberto Gil e outras coisas (incluindo Irom Maidem e Kiss daddy querido) e achei a interpretação da Pitty melhor que a original 🙂 Gente, ouve as duas, é lindo *-*

Creio eu que estou entrando em uma crise religiosa. Faz algum tempo (quase dois anos) que me digo agnóstica, e com isso satisfaço minha comodidade de discordar de todas as religiões e minha consciência em não me ver como atéia. Fui criada como católica, batizada e bla bla bla,  não fiz 1ª comunhão por acaso e meus irmãos estão fazendo. As vezes vejo a expressão de decepção do meu pai, como se pra ele, eu interpretasse as coisas de forma errada. E tal vez seja, visto que não acredito na verdade absoluta. No que acredito? Não sei. Apenas duvído, de tudo que me dão espaço para duvidar, e por acaso duvido que o Ser Humano seja a melhor coisa existente (um dos motivos de não me considerar atéia).

E ler As Brumas de Avalon me dá vontade de ser druida, hahaha!

Ah, amanhã/hoje é a prova pro CAUM (Cursinho Alternativo da Unesp de Marília) e marquei entrevista pro DACA (o alternativo da Famema). Não tenho estudado, só lido e twitado all the life. 😀

Eeeeeeeee, estou very agradecida pelo horário de verão estar acabando, odeio Sol às sete da noite, okay?

Se, por um acaso imprevisto, eu achar mais trechos dignos pra esse post, aqui colocarei enquanto for cômodo não fazer outro 🙂

Bjos e comentem colocando seus melhores trechos/frases/letras de música/sambinhas enfim, o que quiserem e se quiserem ♥